Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > Com visita ao Pleno do TRT-13, estudantes do Sesquicentenário participam de encerramento do Projeto e-Saber 2022

Notícias

Com visita ao Pleno do TRT-13, estudantes do Sesquicentenário participam de encerramento do Projeto e-Saber 2022

Alunos assistiram a palestras sobre superação e funcionamento do Tribunal

Ações do documento

publicado: 29/11/2022 09h36 última modificação: 01/12/2022 15h42

e-Saber encerramento.jpg

“É uma honra para o Tribunal recebê-los e faz parte da nossa missão institucional trabalhar com cidadania”. Foi assim que o presidente do Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região), desembargador Leonardo Trajano, recepcionou cerca de 40 estudantes da Escola Sesquicentenário que participaram da edição 2022 do Projeto e-Saber. O encerramento da iniciativa ocorreu na última sexta-feira (25) no Pleno do Regional e contou com palestras ministradas para os estudantes.

O presidente do TRT-13 destacou, ainda, a satisfação da retomada do projeto, que foi interrompido durante a pandemia da Covid-19. “Isso marca o retorno da interação do Regional com a juventude. O projeto visa promover a interação de uma instituição pública que tem a missão de pacificar os conflitos sociais e, ao mesmo tempo, apresentar um pouco da cidadania e perspectivas do futuro para o público jovem”, afirmou.

Por sua vez, o secretário de Governança e Gestão Estratégica (Seggest) do TRT-13, Max Frederico Feitosa Guedes Pereira, agradeceu a todos os que atuaram “nos bastidores” para que o projeto fosse plenamente realizado. “Nós que organizamos o e-Saber 2022 plantamos a semente e confiamos que ela vai germinar. Dará fruto porque acreditamos em vocês”, frisou.

Estudantes comentam experiência

A professora Carmélia Rodrigues da Silva acompanhou os estudantes no encerramento do projeto e comentou que foi uma oportunidade ímpar estar em um local como o TRT-13. “Enquanto comunidade, achamos as coisas distantes e com difícil acesso. Porém, esse projeto mostrou que a instituição tem a preocupação de levar o conhecimento ao público e espero que seja uma oportunidade de ampliá-lo para outras escolas”, avaliou.

A estudante Raica Bernardo dos Santos, que está no 1º ano do Ensino Médio, destacou que assistir às palestras foi importante não só como experiência acadêmica, mas também pessoal. “É confortante saber que temos, em nosso estado, uma instituição como o TRT-13 que oferece esse tipo de oportunidade. Foi incrível e conseguimos realmente aprender a sermos verdadeiros cidadãos”, frisou. Já o estudante do 2º ano do Ensino Médio, André Cabral, frisou o quanto o projeto foi importante para cada um dos participantes. “Cada tema apresentado nas palestras foi essencial para aprendermos a lidar com a sociedade e com o futuro”, disse.

e-Saber 8.jpg

Palestras abordaram mundo jurídico e superação de desafios

O servidor do TRT-13, Wilson Quirino, e os juízes Francisca Poliana e George Falcão foram os responsáveis pelas palestras ministradas aos estudantes durante o projeto. Conforme o juiz George Falcão, foram abordados temas como papel do judiciário no ordenamento jurídico brasileiro, judiciário trabalhista e noções básicas de cidadania. “Tratamos, também, de contratos de aprendizagem, já que os alunos estão em idade de inserção no mercado de trabalho. É importante que eles tenham esse conhecimento, principalmente agora que estão iniciando sua vida profissional”, disse.

No encerramento do projeto, os estudantes puderam conferir duas importantes palestras. Abordando o tema “Superação e desafio”, o servidor da Secretaria de Conformidade da Despesa do Tribunal, Stênio Queiroga, em um relato emocionante, contou um pouco sobre seus desafios pessoais e refletiu que todos possuem suas próprias lutas. “É extremamente importante sabermos nossos direitos e deveres como cidadãos e o funcionamento do país em que vivemos. Quando não temos acesso, crescemos em uma ignorância prejudicial. Saber que nosso Tribunal dá essa oportunidade aos jovens é maravilhoso”, enfatizou.

Já o juiz auxiliar da Presidência, Paulo Roberto Vieira Rocha, explicou o funcionamento do Tribunal tanto no Primeiro quanto no Segundo Graus. “Sinto-me honrado em falar sobre esse tema para estudantes de uma escola tão tradicional quanto o Sesquicentenário e que está relacionada com a minha infância”, pontuou.

e-Saber 7.jpg

Celina Modesto
Assessoria de Comunicação Social do TRT-13