Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > Consciência negra: historiador aborda protagonismo dos negros paraibanos

Notícias

Consciência negra: historiador aborda protagonismo dos negros paraibanos

Vídeo integra série do TRT-13 para celebrar o mês da consciência negra

Ações do documento

publicado: 18/11/2022 13h45 última modificação: 22/11/2022 14h40

“Negro entoou
Um canto de revolta pelos ares
No Quilombo dos Palmares
Onde se refugiou”

O trecho da música “Canto das três raças”, composição de Mauro Duarte e Paulo César Pinheiro imortalizada na voz da cantora Clara Nunes, exprime bem a revolta e resistência do africano e seus descendentes que, na condição de escravizados no Brasil, lutaram em busca da liberdade. Tal protagonismo foi, entretanto, sistematicamente apagado da memória histórica nacional – incluindo a paraibana. É disso que trata o segundo vídeo divulgado nesta sexta-feira (18) pelo Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região) em virtude do mês da consciência negra.

O historiador Lucian Souza, responsável pela Seção de Direitos Humanos da Secretaria de Educação e Cultura do município de João Pessoa, destaca no vídeo que, embora a população negra africana faça parte da composição social e política da história da Paraíba, esse fato é pouco ou raramente lembrado. Dessa forma, faz-se necessário não só reconhecer a presença negra na formação do povo paraibano, como compreender a sua atuação e protagonismo.

“A compreensão da presença dessa população reflete na contemporaneidade. Quando pensamos nos intelectuais que contribuíram para a ideia de ser paraibano, percebemos a ausência da atuação da população negra, mas a historiografia recente revela que os escravizados foram bastante ativos. Eles fugiam, atentavam contra seus senhores e formavam comunidades quilombolas. A história de resistência da população africana e seus descendentes na Paraíba é uma história de protagonismo”, enfatizou.

Para conferir o vídeo na íntegra, basta acessar o nosso canal do TRT-13 no YouTube e na página do Tribunal no Instagram (@trt13paraiba).

Celebração 

Neste domingo (20), comemora-se o Dia da Consciência Negra e, ao longo do mês de novembro, o Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região) vai promover iniciativas como forma de lembrar a data. Entre elas, está a publicação de vídeos que vão abordar diferentes faces do que significa ser negro atualmente. O dia 20 de novembro foi o escolhido para ser o Dia da Consciência Negra por ter sido a data da morte de Zumbi dos Palmares, importante líder na luta contra a escravidão no Brasil.


Celina Modesto
Assessoria de Comunicação Social do TRT-13