Você está aqui: Página Inicial > Comunicação Social > Notícias > Tecnologia da informação: TRT-13 conquista segundo lugar entre os tribunais do trabalho em ranking do CNJ

Notícias

Tecnologia da informação: TRT-13 conquista segundo lugar entre os tribunais do trabalho em ranking do CNJ

Pelo segundo ano consecutivo, Tribunal alcança nível de excelência em índice de governança e TI

Ações do documento

publicado: 03/12/2021 09h06 última modificação: 13/12/2021 11h53

O Tribunal Regional do Trabalho da Paraíba (13ª Região) subiu uma posição entre os 24 tribunais do trabalho de todo o país no Índice de Governança, Gestão e Infraestrutura de TIC do Poder Judiciário (iGovTIC-JUD), passando do terceiro lugar, em 2020, para o segundo, em 2021. Considerando apenas os resultados por porte, o TRT-13 ficou na primeira colocação entre os regionais de pequeno porte. O resultado foi divulgado em evento realizado pelo CNJ na última segunda-feira (29/11).

Com uma média geral de 80,16, o Tribunal manteve, pelo segundo ano consecutivo, o nível excelência de maturidade, sendo um dos dois tribunais do trabalho do país a obter tal classificação. Além disso, dos 93 órgãos que são avaliados por meio do índice do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), o TRT-13 ficou em 15º entre todos os tribunais do país.

De acordo com o diretor da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Setic), Rodrigo Cartaxo, a manutenção do nível de excelência do iGovTIC-JUD é resultado do comprometimento de todos que fazem a área de TI do TRT-13. “É a coroação de todo um trabalho de vários anos em busca do aperfeiçoamento e entrega aos usuários de um serviço de qualidade, no nível que o Tribunal e os jurisdicionados esperam e merecem”, destacou.

Entre os temas que o Regional alcançou a pontuação máxima (100) no índice estão atendimento e suporte ao usuário; estruturas organizacionais e macroprocessos; e sistemas de informação. Além disso, o TRT-13 registrou, também, boas pontuações médias nos temas políticas e planejamento (88,75) e riscos, segurança da informação e proteção de dados (83,75).

O chefe do Núcleo de Governança de TIC do Tribunal, Breno Moreno Luna, explicou que a coleta dos diversos indicadores e informações para preenchimento do formulário do iGovTIC-JUD foi realizada por todos os integrantes da Setic e alguns setores chaves, como a Assessoria de Gestão Estratégica (AGE) e a Presidência do Tribunal. “O levantamento de todas as informações necessárias para o cálculo do iGovTIC-JUD do CNJ comprovou o contínuo esforço da Setic em melhorar e padronizar seu trabalho, mantendo sempre elevados níveis de excelência em todas as áreas”, enfatizou.

TI 1.png

O Índice

O Índice de Governança, Gestão e Infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação do Poder Judiciário (iGovTIC-JUD) é um diagnóstico anual para aferição do nível de cumprimento das Diretrizes Estratégicas de Nivelamento especificadas e, consequentemente, da evolução dos viabilizadores da Governança, Gestão e Infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) do Poder Judiciário.

A aplicação do índice conta com a participação de 93 órgãos que são classificados de acordo com as notas obtidas entre os níveis de maturidade: baixo, satisfatório, aprimorado e excelência. Além disso, neste ano, houve mudanças significativas no cálculo do iGovTI-JUD, resultando em maior ênfase em políticas e planejamento, transformação digital, infraestrutura e tecnologia em nuvem.

TI 2.png

Para mais detalhes, acesse o painel do CNJ neste link.

Celina Modesto
Assessoria de Comunicação Social TRT-13