Você está aqui: Página Inicial > Institucional > Escola Judicial - EJUD > Agenda de Cursos e Eventos > Formação de Instrutor de Armamento e Tiro

Formação de Instrutor de Armamento e Tiro

Ações do documento

O curso visa dar ao aluno conhecimentos nas áreas de história da arma de fogo, classificação das armas de fogo e munições, legislação, regras de segurança, balística, didática, fundamentos do tiro de precisão, primeiros socorros e o manuseio seguro e preciso dos diversos tipos de armamentos disponíveis para o uso civil e policial. Aduz-se, também, que os formandos saem habilitados para solicitar o credenciamento como Instrutor de Armamento e Tiro junto ao Departamento de Polícia Federal. O Curso tem a duração de 07 (sete dias), 84 horas-aula.
  • Formação de Instrutor de Armamento e Tiro
  • 2017-06-26T08:00:00-03:00
  • 2017-07-02T17:00:00-03:00
  • O curso visa dar ao aluno conhecimentos nas áreas de história da arma de fogo, classificação das armas de fogo e munições, legislação, regras de segurança, balística, didática, fundamentos do tiro de precisão, primeiros socorros e o manuseio seguro e preciso dos diversos tipos de armamentos disponíveis para o uso civil e policial. Aduz-se, também, que os formandos saem habilitados para solicitar o credenciamento como Instrutor de Armamento e Tiro junto ao Departamento de Polícia Federal. O Curso tem a duração de 07 (sete dias), 84 horas-aula.
Quando
26/06/2017 08h00 até 02/07/2017 17h00 (America/Fortaleza / UTC-300)
Adicionar evento ao calendário
iCal

Uma vez de posse dessa especialização, a Coordenadoria de Segurança e Transportes poderá, por seu servidor devidamente habilitado, realizar instruções, no âmbito do TRT 13, aos Magistrados, servidores lotados na Segurança
Institucional e aos Oficiais de Justiça que constantemente se deparam com situações de risco e necessitam de suporte especializado na solução desses conflitos, inclusive sem que para isso se abra protocolos, mas com um simples agendamento e formação de grupo de trabalho para tal realização. Junte-se a esse motivo a possibilidade de se
ter um especialista pertencente aos quadros desse Tribunal, especificamente lotado na Coordenadoria de Segurança. Anote-se, ainda, a redução de custos e celeridade nas demandas internas relacionados a essa área especializada.